O mergulho no oceano chamado Amor

Certo dia após uma reflexão, resolvi mergulhar em outras águas. Escolhi mergulhar nas águas profundas do meu coração. Quanto mais mergulhava, mais me encantava com a riqueza, transparência e com a profundidade que há naquele lugar. Ao mesmo tempo, consegui entender porquê os peixes de melhor idade e mais inteligentes escolhem as águas profundas para nadar. Percebi também que ali havia uma luta pela sobrevivência, mas tudo dentro do maior respeito e da maior harmonia, pois a necessidade de se envolver com aquela imensidão de riqueza divina era de todos, embora nem todos aqui fora pensem assim. Dentro dos meus sonhos eu mergulhava cada vez mais sentindo o carinho que aquele oceano podia propiciar para eu e para todos que buscam o AMOR. A sua salinidade protetora era algo divino e encantador. Não deixe a ação do homem poluir esse mar chamado coração, pois é ele o centro do mundo e do ser humano. Nade no amor, mergulhe na humanidade, sinta nos seus sonhos um oceano limpo, rico e amado por aqueles que habitam ali dentro. Ah! Não esqueça que o oceano é limpo, rico e amado por aqueles que habitam ali dentro. Ah! Não esqueça que o oceano pode ser amado por multidões e depende também do seu amor. Faça a sua parte. Deus e você podem transformar os seus sonhos em realidade. Muitas pessoas podem banhar-se nesse oceano chamado AMOR.

Reciclildo da Paz - Educador Ambiental e Mensageiro da Paz

Nenhum comentário:

1º EcoTeatro do Brasil